sexta-feira, 27 de novembro de 2020

A VIDA EM TIRINHAS - Parte III

 Olá, mais uma vez meus amigos! Estamos aqui de volta com mais uma divertida  tirinha do ZÉ CORUJA que faz parte da série atual aqui no blog.Veja as reações do nosso personagem ao descobrir que é personagem de uma tira de "quadradinhos" e o que ele vai achar de tudo isso! E aproveitando aqui quero dizer que está em andamento a edição 12 da revista AS AVENTURAS DO ZÉ CORUJA onde teremos a segunda parte da saga espacial dele! Acompanhem também as animações do nosso personagem em seu canal no YOUTUBE chamado CURTINHAS DO ZÉ CORUJA. Se INSCREVAM, CURTAM, COMENTEM e COMPARTILHEM com todos os seus amigos nas redes sociais! Ajudem o nosso canal e nosso blog que é feito com todo carinho para vocês! Divirtam-se!!


sexta-feira, 20 de novembro de 2020

A VIDA EM TIRINHAS - Parte II

Bom dia, boa tarde ou boa noite dependendo da hora em que vocês estiverem vendo esta postagem! KKKKKK! Mas... aqui estamos de volta com mais uma tirinha que dá sequência à série que está rolando no momento no blog. Conforme vocês já estão sabendo, as tirinhas serão publicadas todas as sextas-feiras, ok? E mais uma vez quero pedir à vocês que não deixem de curtir, compartilha o nosso blog com seus amigos e fazer a mesma coisa para o canal CURTINHAS DO ZÉ CORUJA, e também a fan page do personagem no FACEBOOK, ok?  Obrigado e boa leitura!
Clique para ampliar.

 

sexta-feira, 13 de novembro de 2020

A VIDA EM TIRINHAS - A nova série de tiras do ZÉ CORUJA

Olá, meus amigos e leitores deste blog! É com um prazer enorme que volto à vocês trazendo mais uma novidade produzida por mim e pela PADA PRODUÇÕES! Trata-se de uma nova série de tiras com o personagem ZÉ CORUJA que será postada aqui e brevemente em outros "lugares"(FACEBOOK, INSTRAGRAM, WHATSAPP e etc! KKKK). Recentemente conversando com o meu amigo MILSON (o nosso famoso desenhista e editor da revista do ZÉ CORUJA), e VALCIR (nosso glorioso revisor), percebemos que a revistinha que já está em sua décima segunda edição, está completando 5 anos de existência! Que maravilha! Mas, como o tempo passa rápido também! E pensando nisso, estamos produzindo uma nova série de tirinhas que será intitulada A VIDA EM TIRINHAS e que será publicada aqui no nosso blog todas as sextas-feiras e que vamos começar com essa tira  que vocês vão ler mais abaixo já nessa matéria! É como eu sempre digo, nós da PADA PRODUÇÕES estamos sempre trabalhando para trazer uma novidade sobre o melhor do quadrinho nacional e pernambucano para vocês. Lembrando que, essa série também é roteirizada por ele, o grande desenhista e roteirista  ARNALDO LUÍZ (também criador do personagem MINOTAURO que já abrilhantou com seu humor as páginas das revistas PRISMARTE e AS AVENTURAS DO ZÉ CORUJA). É isso aí, amigos, mais uma vez, agradecemos a vocês a visita ao nosso blog e aproveitando aqui quero lembrá-los que não deixem de acompanhar a fan page do personagem no FACEBOOK, assistir também aos curtinhas animados dele no canal do YOUTUBE, chamado CURTINHAS DO ZÉ CORUJA. Se inscrevam, comentem, compartilhem e divulguem para os seus amigos pois, tudo o que fazemos aqui é feito com carinho para todos vocês! E também aproveitando aqui nunca é de mais lembrar que em meio à crise causada pela PANDEMIA, tomem os cuidados necessários para proteger à vocês seus amigos e parentes seguindo todas as regras da vigilância sanitária, ok? Bem, vamos à primeira parte da tirinha que está logo abaixo e não deixem de acompanhar as outras que serão publicadas todas os finais de semana, combinado? Boa leitura e divirtam-se!

A VIDA EM TIRINHAS (Parte I)

Clique para ampliar.


sexta-feira, 16 de outubro de 2020

2020 - A ODISSEIA DO ZÉ CORUJA NO ESPAÇO!

     Olá mais uma vez meus caros amigos e leitores do blog e da revista AS AVENTURAS DO ZÉ CORUJA! Antes de tudo, quero dizer que é com muito prazer que trago à vocês mais uma publicação do ZÉ CORUJA por mim e toda a equipe que forma a PADA PRODUÇÕES. E é do site da PRISMARTE que vem essa postagem abaixo anunciando o lançamento de mais uma edição da revista do nosso herói! Trata-se da nova trilogia do nosso personagem que se inicia nessa EDIÇÃO 11 e que pode ser baixada em  PDF gratuito aqui no nosso blog ou no site da PRISMARTE! Não deixe de perder essa oportunidade e aproveite!


AS AVENTURA DE ZÉ CORUJA #11 – 2020 Uma Coruja no Espaço – 

PDF GRÁTIS para o Dia das Crianças

* ATENÇÃO! O LINK PARA FAZER O DOWNLOAD DA EDIÇÃO 11 ENCONTRA-SE NO FINAL DA POSTAGEM!

POR ADMIN · PUBLISHED OUTUBRO 12, 2020 · UPDATED OUTUBRO 12, 2020

Para presentear as crianças e até adultos que curtem publicações inteligente nesse mês de outubro, a PADA Produções lança a 11º edição da AS AVENTURAS DO ZÉ CORUJA, com o inicio da trilogia ZÉ CORUJA VAI A LUA, que numa linguagem de humor e aventura o irá chamar e prender a atenção do leitor.

Escrito por ARNALDO LUIZ em 2018 e desenhado por MARCOS LOPEZ (criador da série), só agora em 2020 a trilogia foi lançada. Em meio a essa final de pandemia e esse mês das crianças e mais especificamente para esse dia 12 de outubro, resolvemos lança-la em pdf grátis, antes da versão impressa.

Sobre a história

A cidade de Brejinho, no interior de PE, onde o protagonista reside, para atrair investimentos desenvolve um projeto espacial. Para promover essa empreitada precisa de um representante da cultura brejinhense, para realizar tal façanha. Indicado por seu compadre, TATU, ZÉ CORUJA se vê em mais uma encren-… ou melhor “aventura”. Depois de se ver “Espontaneamente surpreendido” pelo seu melhor amigo, ZÉ CORUJA se vê nos holofotes da mídia como a primeira coruja a ir à lua; Por isso o título 2020 – UMA CORUJA NO ESPAÇO. Ai a partir daí vamos ver a dificuldades de superação para essa realização.

Clique na imagem para ampliar.

Essa é a apena a 1º parte de três que será publicada nesse ano de 2020, que será uma sequência até o fim deste ano.

Ainda nessa edição, a estreia da série ZOOLÂNDIA, escrita por ZARELA DIAS e desenhada por ARNALDO LUIZ. Originalmente foram impressas como jornais para campanhas de ecológicas entre os anos de 2005 a 2006, para orientar as pessoas para uma cultura mais voltada para natureza. Serão 7 histórias com essas dicas de cuidado com animais que será publicada nas páginas de AS AVENTURAS DE ZÉ CORUJA. A primeira história é O MENINO MALVADO, onde um garoto vive a fazer malvadezas com animais e plantas e seus pais não tem controle sobre ele. Mas alguma coisa acontece que muda sua vida.

Clique na imagem para ampliar.
Clique na imagem para ampliar.

No dia 11 de setembro de 2014 fomos tristemente surpreendidos com a morte de ANTÔNIO CEDRAZ, um grande nome doa quadrinhos no Brasil e no Nordeste. São 6 anos sem o mestre dos quadrinhos CEDRAZ, que nesse artigo lembramos de sua obra, TURMA DO XAXADO e sua vida e sua colaboração para PADA.AVENTURAS.

Clique na imagem para ampliar.


Serviço edição PDF:

AS AVENTURAS DO ZÉ CORUJA #11 – 2020 – UMA CORUJA NO ESPAÇO

24 Páginas

Serviço edição impressa



AS AVENTURAS DO ZÉ CORUJA #11 – 2020 – UMA CORUJA NO ESPAÇO

Capa colorida miolo em preto e branco

24 Páginas

R$ 8,00 (revista + correspondencia)

Obs: fazendo o pagamento envie o endereço pelo e-mail: conteudointerativo@gmail.com.



E mais uma vez nós da PADA PRODUÇÕES e todos que colaboram com a gente queremos dizer que nesse período de PANDEMIA, só saia de casa se for necessário e que ao sair tome os cuidados necessários como, usar máscaras, álcool e manter o distanciamento ideal. Um forte abraço à todos!

E mais, galera: Não deixem de curtir, comentar e acompanhar o nosso BLOG e o canal CURTINHAS DO ZÉ CORUJA no YOUTUBE. 

CLIQUE AQUI A BAIXE GRÁTIS

quinta-feira, 9 de julho de 2020

FIQUE EM CASA com O ZÉ CORUJA


BAIXEM GRATUITAMENTE AS VERSÕES EM PDF DAS EDIÇÕES 7, 8 E 9 DE 
AS AVENTURAS DO ZÉ CORUJA.

Olá leitores e amigos do blog do ZÉ CORUJA! É com muito prazer que trago aqui uma transcrição de uma postagem do site da PRISMARTE onde foi publicada uma campanha para todos os leitores e não leitores do nosso personagem durante esse período de PANDEMIA. Nós aqui da PADA PRODUÇÕES estamos também de acordo com o que manda o MINISTÉRIO DA SAÚDE que para o bem de todos, durante esse momento em que cada cidadão do planeta estão passando que FIQUE EM CASA e que saia somente o estritamente necessário e se precisar sair para trabalho ou algo importante que saia de máscara! E se você tiver que ficar em casa, pratique algum passatempo para se distrair, como, exercícios físicos, ver televisão, brincar e ler! E já que a ideia é ler, que tal ler gratuitamente as três edições onde foi publicada a saga FÚRIA DE TANTÃS nas edições 7, 8 e 9 que você pode baixar gratuitamente no site da PRISMARTE ou aqui mesmo no blog. Saiba como lendo a matéria aqui na postagem. UM ABRAÇO (por enquanto virtual) para todos!

FIQUE EM CASA com a turma do ZÉ CORUJA, baixando as revistas em PDF grátis
POR ADMIN · PUBLISHED JUNHO 28, 2020 · UPDATED JUNHO 29, 2020

Divulgue-nos nas redes sociais!
Desde quando iniciou essa pandemia do Corona vírus, no mundo todo as pessoas tem buscado no entretenimento enquanto estão em casa, como uma terapia para tirar o stress desta já tragédia mundial, promovendo momentos de lazer.
Ler não é o lazer preferido do mundo, mas é o que produz mais crescimento do intelecto de adultos e crianças.

Pensando nisso a PADA PRODUÇÕES juntamente com Marcos Lopes Produções, disponibilizamos para download três das mais recentes edições da série de revistas AS AVENTURAS DO ZÉ CORUJA. São edições que traz um clássico da literatura infantil numa versão invertida (você vai entender quando ler) e muito divertida, que acontece nos interior de Pernambuco, com a participação de Zé Coruja na cidade fictícia de Brejinho.

Sobre ZÉ CORUJA

Criado por Marcos Lopez (PE) nos anos 90, o Zé Coruja foi publicado pela primeira vez no PSIU ECO-LÓGICO, um álbum de capa dura e em formato gigante do fanzineiro Edgard Guimarães que publica regularmente o QI (Quadrinhos Independentes). Anos depois, a partir de 2008 foi publicado na no periódico pernambucano Prismarte, em várias edições. Nos anos de 2016 ganha revista própria com o selo PADA, e atualmente já tem 10 edições publicadas.
Além disso o personagem já dispões de um canal de animações, em fase inicial, chamada de CURTINHAS DO ZÉ CORUJA em crescente evolução.

Mais nova edição das Aventuras do Zé Coruja.As Aventuras do Zé Coruja #7Fúria de Tantãs parte 1
Em Brejinho(cidade fictícia do Zé Coruja), o mau não é um lobo, mais um porco (especificamente o Zé Porco – lembra os “porcos políticos” ou políticos “porcos”.
Sem ofensa aos porcos).
Para tirar o estereótipo rotulado sobre os lobos serem maus, o três lobos são vitimas do “porco” (agora com sentido de corrupto e inescrupuloso), o Zé Porco, que a todo custo que tomar as terras do lobos, já que eles não querem vender, para construir prédios.

Clique na imagem para ampliar.
CLIQUE AQUI A FAÇA O DOWNLOAD DO PDF GRÁTIS

As Aventuras do Zé Coruja #8 – Fúria de Tantãs parte 2
As Aventuras do Zé Coruja está de volta, com segunda parte da Fúria de Tantãs, que marco o encontro de dois grandes inimigos do universo antropomorfo do Zé Coruja, em Brejinho, que traz o Zé Porco e o nosso protagonista para um confronto de “tantãs”.

Na edição anterior da Aventuras do Zé Coruja #7, o Zé Porco, um especulador imobiliário, resolver construir uns prédios nos terrenos dos três lobinhos (uma alusão invertida dos 3 porquinhos), mas os mesmos não querem vender. Ai Zé Porco (como porco que ele é) resolve tomar a força. Sabendo desta injusta tentativa de expulsar os Lobinhos o Zé Coruja entra em ação. Mas o Zé Porco já derrubou a casa de palha.

Clique na imagem para ampliar.
CLIQUE AQUI A FAÇA O DOWNLOAD DO PDF GRÁTIS

As Aventuras do Zé Coruja #9 – Fúria de Tantãs parte 3
Nesta edição veremos a conclusão desta trilogia que deixou todo mundo empolgado! Trata-se do desfecho de FÚRIA DE TANTÃS – Parte III, e aqui veremos o que vai acontecer com os irmãos LOBO e nosso herói diante do arqui vilão ZÉ PORCO! Será que o vilão pançudo vai conseguir dominar o mund…ops! Isto é, será que o vilão pançudo vai conseguir desalojar todos os lobinhos de suas propriedades e aí comprar tudo o que deseja nos arredores de BREJINHO e daí querer dominar o município para desespero de nossos simpáticos heróis? Como o ZÉ CORUJA e seus novos amigos vão conseguir se sair desta situação? Será que o ZÉ tem algum plano? Bem, vamos descobrir isso, lendo esta empolgante aventura às avessas que está muito engraçada!

Clique na imagem para ampliar.
CLIQUE AQUI A FAÇA O DOWNLOAD DO PDF GRÁTIS


  

segunda-feira, 20 de abril de 2020

Entrevista com TÉO PINHEIRO

Olá meus caros leitores e amigos do BLOG do ZÉ CORUJA! É com muito prazer que mostro aqui à vocês, mais um artista dos quadrinhos pernambucanos numa brilhante entrevista feita recentemente ao site da PRISMARTE! Estou me referindo ao nosso amigão TÉO PINHEIRO. Ele que recentemente desenhou a capa da edição número 10 da revista do ZÉ CORUJA que ficou bem magistral! Seja bem vindo também e muito obrigado pela sua grande contribuição aos QUADRINHOS PERNAMBUCANOS, Téo! Vamos conhecer mais um pouco dele na entrevista abaixo!



Entrevista com Téo Pinheiro – Da arte-final para a produção de quadrinhos!
POR ADMIN · PUBLISHED MARÇO 24, 2020 · UPDATED MARÇO 26, 2020

                                                       Divulgue-nos nas redes sociais!
O artista e ilustrador TÉO PINHEIRO.
          Em parceria com Luciano Félix, começaram a desenvolver o BATMORCEGO, que foi publicado na PRISMARTE # 24 em 2005, que mais tarde seria o Wander, mostrando a importância da arte finalização.

No projeto O RECIFE ASSOMBRADO, desenvolveu sua arte a cada edição, que começou a publicar no coletivo QUADRINHOS DO O’RECIFE ASSOMBRADO e depois teve edições solos nesse mesmo selo. Diante dessa dedicação e prazer ele não para de produzir, e no final do ano de 2009 colaborou com a edição das AS AVENTURAS DO ZÉ CORUJA com uma belíssima capa, que não só exprime seu talento artístico, mas sua percepção profissional.

Não é primeira vez que entrevistamos e nem será a última, mas quem manda ele produzir tanto. Então leia a entrevista, porque aqui tem algumas dicas valiosas de sua trajetória.


NO INÍCIO DA SUA CORREIA, VOCÊ FOI MAIS ARTE-FINALISTA DO QUE DESENHISTA. E FOI ATÉ RECONHECIDO PELOS LEITORES DA PRISMARTE COMO MELHOR ARTE-FINALISTA, E GANHOU O TROFÉU MELHORES DA PRISMARTE NESSA CATEGORIA. ANOS DEPOIS VOCÊ DESPONTOU COMO COLORISTA E DESENHISTA.
QUAL A IMPORTÂNCIA DE SUA DEDICAÇÃO COMO ARTE-FINALISTA NA SUA OBRA ATUAL?

Téo - No momento estou como arte finalista para uma grande obra de hq do escritor e ator Felipe Folgosi,  Knock Me Out que é uma responsabilidade enorme e também uma grande honra fazer parte desse projeto junto com o meu amigo Henrique Pereira, que está responsável pelo desenho.

Opinião:
Mas realmente, olhando para o passado, vejo que Teo Pinheiro apontava, por sua dedicação e qualidade de arte-finalista, seria um bom desenhista. Embora, Téo já era um bom colorista até mesmo antes de fazer os desenhos de quadrinhos e as obras que já fazem parte de seu histórico. Alguns editores e fãs de quadrinhos, não tinha percepção da importância da arte-final. Mas eu vi isso como importante, e colocamos na premiação dos Melhores da Prismarte (porque só era para quem publicava na Prismarte) como reconhecimento. Isso é, com um incentivo. Incentivo que deu resultado, muito bons resultados para Téo Pinheiro.  Mas parcerias como a Luciano Félix e Téo Pinheiro hoje são raras, a não ser que que role a questão financeira na frente, de jovens autores.  E sabemos (que acompanha o autor) que seus longos anos de arte-finalista, ao lado do traço de Luciano Félix,  deram muita experiência. Que até tivemos prazer de publicar na Prismarte.

Milson Marins –
Editor da Prismarte e desenhista na horas vagas

NOS ANOS DE 2010 VOCÊ PRODUZIU AO LADO DE LUCIANO FÉLIX, COMO ARTE-FINALISTA, O BAT MORCEGO, QUE ATÉ PUBLICAMOS NA PRISMARTE, QUE DEPOIS PASSOU A SER CHAMAR WANDER. FOI, E É UM SUCESSO DOS QUADRINHOS AQUI EM PERNAMBUCO, E POR QUE NÃO DIZER NO BRASIL. MESMO SENDO ARTE-FINALISTA, COMO FOI ESSA SINTONIA SUA DE LUCIANO FÉLIX NA PRODUÇÃO DO WANDER?
O artista Luciano Félix.
Luciano Felix além de considera-lo um irmão ele também é meu compadre, é um cara de boa índole com um grande coração, temos uma grande amizade e muito em comum na arte. Comecei a participar dos projetos dele por eu ser um entusiasta de suas ideias e apaixonado pelo traço cômico. Pôr a gente ter essa sintonia é que até hoje temos várias parcerias em outros trabalhos.

NA SEQUÊNCIA DE SUAS OBRAS, NAS PRODUÇÕES DO RECIFE ASSOMBRADO, DEIXA CLARO O CRESCIMENTO DA SUA ARTE. COMO FOI QUE ESSA SEQUÊNCIA DE OBRAS CONTRIBUIU PARA O DESENVOLVIMENTO DE TÉCNICAS E POR FIM MELHORANDO SUA OBRA? ISSO REALMENTE ACONTECEU?


          Teo - Sim com certeza, foi o meu primeiro desafio como desenhista de quadrinhos. Eu já até tinha feito alguns ensaios de produzir uma Hq mas nunca chegava a termina-las, fazer uma Hq por conta própria. Nunca foi o meu forte, mas com o convite dos amigos do O Recife Assombrado eu me senti desafiado em fazer algo grande e foi ai que decidi encarar. A primeira Hq foi a mais difícil de produzir, mas pela primeira vez comecei e terminei uma história e depois vieram mais duas que foram lançadas junto com outras histórias dos membros da PADA no Álbum de Quadrinhos do O Recife Assombrado.

NOS ÚLTIMOS ANOS VOCÊ FOI UM DOS GRANDES INCENTIVADORES DA PRODUÇÃO DOS SUPER-HERÓIS BRASILEIROS, E TEM SEU PRÓPRIO PERSONAGEM, O UMBRA. QUAL A IMPORTÂNCIA PARA PRODUÇÃO DESSE GÊNERO DE QUADRINHOS NOS BRASIL, LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO QUE ALGUNS SÃO CÓPIAS DOS COMICS NORTE-AMERICANOS E OUTROS ATÉ SÃO BEM ORIGINAIS? O QUE VOCÊ ACHA QUE DETERMINA MELHOR UM SUPER-HERÓI PARA SER BRASILEIRO?


Eu sou entusiasmado pelos quadrinhos nacionais qualquer gênero, para mim o importante é ver os artistas produzindo mesmo sendo um material fraco, eu vejo isso como um princípio de aperfeiçoamento e evolução das obras produzidas no Brasil.

          Teo - Quanto a copiar o Gênero norte Americano de Hqs é que hoje em dia nada se cria tudo se cópia, mas é claro temos que fazer isso de maneira inteligente, você veja que temos o Batman o justiceiro de capa negra e ai temos o Zorro, os próprias americanos fazer cópias deles mesmos e no Brasil temos o nosso próprio Justiceiro que é o DOUTRINADOR que até já ganhou filme e isso é sensacional

O problema de fazer heróis nacionais é ter um bom roteiro, isso sim faz a diferença em um personagem, por exemplo Alan Moore já pegou muitos personagens fracos e torno-os  grandes obras, esse é um verdadeiro exemplo de que um bom roteiro acompanhado de uma boa arte faz a diferença numa obra.

ALGUNS AUTORES TEM USADO O PERSONAGEM GLOBALIZADOS EM DETRIMENTO DO REGIONALIZADO! O RECIFE ASSOMBRADO É UM EXEMPLO DE REGIONALIZADO PARA ADULTOS E O ZÉ CORUJA UM EXEMPLOS PARA CRIANÇAS, ADOLESCENTE E TAMBÉM ADULTOS. QUAL SUA VISÃO DO QUADRINHOS REGIONALIZADO?

          Há espaço para todo tipo de hqs, o regionalizo tem o seu ponto forte que é valorizar a sua cultura e região, exemplo: histórias de terror que se passa em Recife é uma forma de divulgar a cidade r o estado para o mundo, personagens infantis também traz a sua parcela de valorização cultural, temos um leque gigantesco para contar história, isso me membro a turma do XAXADO criado pelo saudoso Cedraz, um estilo turma da Mônica nordestina e tudo isso é muito bom, o que falta é criarmos um público maior para ter um alcance nacional.

R.I.P. ANTÔNIO CEDRAZ.
QUAL SEU ÚLTIMO PROJETO PRONTO? NOS FALE SOBRE ELE!

Como eu vivo de desenho, sustento milagrosamente a minha família com isso, os meus projetos pessoais andam bem devagar, porque tenho que dar prioridade a trabalhos remunerados, mas um dia consigo publicar.

COMO FOI FAZER ESSA CAPA PARA AS AVENTURAS DO ZÉ CORUJA #10! COMO FOI O PROCESSO CRIATIVO?
A capa edição#10  desenhada pelo TÉO.
Quando me convidaram para fazer a capa do Zé Coruja não pensei duas vezes, não consigo dizer não para os meus amigos da PADA, já fiz parte desse grupo e de qualquer forma ainda me sinto um membro, o processo criativo foi muito simples: dei uma lida rápida no roteiro e percebi que o Zé Coruja se sente observado na sua própria história e foi aí que pintou a ideia.

É por isso que é tão gratificante cooperar com esse grupo, a PADA já pode-se considerar patrimônio cultural de Pernambuco por seu tempo de existência e a quantidade de hqs que já foram lançadas.